⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

PRECISAMOS CONTINUAR FALANDO SOBRE SUICÍDIO

                                 

 

CONCENTRADO DE CANNABIS: NOVO RISCO PARA ADOLESCENTES

Recente estudo publicado na revista americana Pediatrics, alerta que 25% dos adolescentes que cursam o equivalente ao ensino médio no estado do Arizona, (onde cannabis para uso médico é legal) já utilzaram concentrado da planta obtida de forma ¨caseira¨. Esse concentrado tem em média 3 vezes mais THC que a maconha usada na forma de cigarros.

– 13% dos adolescentes participantes do estudo revelaram uso do concentrado e 18% usaram maconha na forma tradicional no mês anterior a entrevista.

– usuários do concentrado apresentaram maior possibilidade para consumir outros produtos, como cigarro eletrônico.

Existem evidências que adultos expostos a altas doses de THC tem risco pessoal aumentado para distúrbios cognitivos e psicoses. Adolescentes usuários de cannabis podem ser mais vulneráveis a esses efeitos.

Fonte: Background: NEJM Journal Watch Pediatrics and Adolescent Medicine coverage of “dabbing” & “blasting” THC concentrate

 

VOCÊ SABIA QUE A FORMA QUE VOCÊ CRIA SEUS FILHOS INFLUENCIA NO BEM-ESTAR DELES?

Recente publicação na revista científica Nature Human Behaviour trouxe interessantes resultados originados de 2 pesquisas norte-americanas, que envolveram mais de 20.000 crianças e adolescentes que foram seguidos por um período médio de 16 anos. 

Analisando o estilo parental (isto é, o modo como os pais criam os filhos), foi demonstrado que o chamado “estilo parental competente”(mescla de afetividade e autoridade entre pais e filhos) foi o mais saudável e com melhores resultados para o desenvolvimento dos filhos. 

Filhos criados por pais com o estilo acima apresentaram maior facilidade para expressar emoções e menor propensão a depressão, obesidade, tabagismo, ansiedade e transtornos alimentares.

O uso de maconha e a incidência de doenças sexualmente transmissíveis também foi menor deste grupo de estudo.

O estilo “autoritário” (autoridade sem afeto) e estilo “permissivo” (afeto sem autoridade) foram outros estilos parentais identificados no estudo que não apresentaram resultados satisfatórios quanto o estilo parental “competente”.

Os dados do estudo sugerem que quanto maior a satisfação na relação parental, maior é o bem-estar emocional e menor risco de doenças mentais, sobrepeso, obesidade e uso de maconha. Também foi verificado em menor extensão, que respeito a autoridade e jantares familiares regulares associavam-se a maior bem-estar emocional dos filhos, menor sintomas depressivos e disfunções alimentares.

Este estudo reforça a necessidade dos serviços de saúde focarem nas relações de parentalidade para a promoção da saúde e melhor qualidade de vida.

CIGARRO ELETRÔNICO: ONDE HÁ FUMAÇA, HÁ PROBLEMAS!

Moda entre adolescentes e jovens, o uso dos chamados cigarros eletrônicos, inicialmente tido como alternativa para redução ou cessação do hábito de fumar, vem acumulando evidências de malefícios e iniciativas para  adoção de medidas, que visam a restrição ou proibição de sua comercialização. Veja algumas matérias publicadas nos meios científicos e imprensa sobre o assunto:

Cigarro eletrônico explode durante uso e fere rapaz

Época Negócios-21 de jun de 2019

Um cigarro eletrônico explodiu na boca de um rapaz norte-americano enquanto era usado, causando queimaduras e ferimentos na face.

 

São Francisco pode se tornar a primeira cidade dos EUA a proibir …

G1-25 de jun de 2019

June 26, 2019 USPSTF Recommends Interventions to Prevent Youth Smoking, Vaping; San Francisco Bans E-Cigarette Sales

Cigarro eletrônico aumenta o risco de bronquite, afirma nova pesquisa

Galileu-9 de jun de 2019

Anvisa fará audiências públicas sobre cigarro eletrônico em Brasília e no RJ 

Agência quer colher argumentos sobre risco e potenciais benefícios do produto para redução do tabagismo.

 

GESTAÇÃO E HEPATITE B: VOCÊ PRECISA SABER

O U.S. Preventive Services Task Force (USPSTF), um painel independente de especialistas em atenção primária e prevenção, que revisa sistematicamente as evidências de eficácia e desenvolve recomendações para serviços clínicos preventivos, publicou um estudo abordando a infecção pelo vírus da hepatite B (HBV) em mulheres grávidas. Com o estudo, a USPSTF faz recomendações e reforça a importância da vacinação específica para o vírus da hepatite B. A instituição encontrou evidências convincentes de que a triagem pré-natal universal para infecção por HBV reduz substancialmente a transmissão Peri natal de HBV e o desenvolvimento subseqüente de infecção crônica por HBV. Além disso, o órgão mostrou que a vacinação de todas as crianças contra a infecção pelo HBV e o fornecimento de profilaxia pós-exposição com imunoglobulina da hepatite B (HBIG) ao recém-nascido de mães infectadas pelo HBV, reduzem substancialmente o risco de aquisição de infecção pelo HBV em bebês.

A USPSTF revisou previamente as evidências sobre testes sorológicos para HBV (HBsAg) na gravidez e encontrou evidências adequadas de sua precisão (sensibilidade e especificidade >98%). Usando um processo de reafirmação, a instituição conclui com alta certeza, que o benefício líquido do rastreamento da infecção por HBV em mulheres grávidas é substancial.

Fonte: Revista Notícias-Medicina Laboratorial | 2019 – Edição 98 – Ano 10

Apague as luzes (e desligue a TV) antes de dormir 

Andrew M. Kaunitz, MD reviewing Park Y-MM et al. JAMA Intern Med 2019 Jun 10 (tradução livre)

Um grande estudo observacional publicado recentemente (Park Y-MM et al. JAMA Intern Med 2019 Jun 10) sugere que exposição a iluminação artificial durante o sono, aumenta o risco de obesidade.

Esta relação, entre iluminação artificial durante sono e ganho de peso já era conhecida em estudos com animais e em alguns poucos estudos com humanos.

Foi realizado um grande estudo prospectivo nos Estados Unidos, envolvendo 43 222 mulheres com média de idade de 52 anos. Estas foram divididas em 4 grupos, com diferentes intensidades de exposição a luz artificial (desde escuro total, luz de rádio relógio, fonte de luz fora do quarto, luz de TV ou mais de uma fonte de luz no quarto). O índice de massa corporal foi medido antes do ingresso no estudo, e em 2 e 3 anos.

As análises estatísticas demonstraram ganho de peso progressivamente maior nos grupos com maior exposição. Após 5,7 anos de seguimento, houve ganho de mais de 5 kg nas mulheres submetidas à maior exposição, comparado ao grupo sem nenhuma exposição.

Exposição a luz artificial suprime a produção da melatonina, alterando o ritmo circadiano do organismo. Os autores apontam que a exposição maior a iluminação artificial pode ser reflexo de estilo de vida não saudável associado à obesidade.

Entretanto, concluiu o revisor do artigo, é muito razoável aconselhar as pessoas a diminuírem ao máximo a exposição a fontes artificiais de luz durante o sono.

 

Quantos passos você dá por dia?

Por Amy Orciari Herman

Editad por Susan Sadoughi, MD

 

Caminhar 4400 passos por dia pode acrescentar maior longevidade a mulheres idosas, conforme publicação do JAMA Internal Medicine.

Uma boa notícia para as pessoas que não alcançam a meta de 10 000 passos por dia.

Aproximadamente, 17.000 mulheres idosas (média de 72 anos) usaram um dispositivo para contar passos por 7 dias, para coleta de dados, e foram divididas em 4 grupos conforme média das contagens: 2700 4400, 5900, e 8400 passos por dia.

Após quase 4 anos de seguimento, os resultados analisados demonstraram redução de 46%, 53% e 66% nos índices de risco de mortalidade para os grupos com maior número de passos. Houve redução de risco até 7500 passos dia.

Os pesquisadores concluíram que estes dados podem encorajar muitas pessoas sedentárias que não conseguem a marca de
10 000 passos dia, comumente recomendada como meta benéfica para melhoria da saúde.

Estudo original de:

29 de Maio de 2019

Associação da quantidade de passos e intensidade dos mesmos com as causas gerais de mortalidade em mulheres idosas (tradução livre)

I-Min Lee, MBBS, ScD1,2Eric J. Shiroma, ScD3Masamitsu Kamada, PhD4; et alDavid R. Bassett, PhD5Charles E. Matthews, PhD6Julie E. Buring, ScD1,2

Author Affiliations Article Information

JAMA Intern Med. Published online May 29, 2019. doi:10.1001/jamainternmed.2019.0899

 

Você sabia que até mesmo um pouco de exercício contribui para sua saúde?

Por Kelly Young

Editado por David G. Fairchild, MD, MPH, and Lorenzo Di Francesco, MD, FACP, FHM

Artigo do British Journal of Sports Medicine – Tradução livre

Apenas 10 minutos de exercício por semana pode ser mais benéfico para diminuir o risco de mortalidade do que nenhuma atividade física, conforme dados de um estudo publicado no British Journal of Sports Medicine. E práticas mais intensas de exercício conferem mais proteção ainda.
Pesquisadores estudaram 88 mil adultos norte-americanos com idade entre 40 e 85 anos que participaram do estudo National Health Interview Surveys, onde foram coletadas informações sobre atividade física semanal de lazer. Estas pessoas foram acompanhadas por um período médio de nove anos, sendo que 9% morreram neste período.

Após ajuste para IMC, tabagismo e outros potenciais fatores de confusão, os participantes que tinham uma quantidade mínima de atividade física – 10 a 59 minutos por semana – tinham um risco menor de mortalidade do que aqueles que estavam inativos (hazard ratio, 0,82). O benefício da atividade física continuou a crescer com atividade mais intensa – mesmo quando as pessoas se exercitaram mais de 1500 minutos e/ou mais de 5 a 10 vezes a quantidade recomendada pelas diretrizes (HR, 0,54).

Os autores concluem que a promoção da atividade física “de qualquer intensidade e quantidade é uma abordagem importante para reduzir o risco de mortalidade na população geral”.

Links relacionados:

British Journal of Sports Medicine article

 

Importante Prevenir

Informação plena e de qualidade é essencial para medidas preventivas e de cuidados em saúde, além de ser útil para orientar os serviços adequados.
O conteúdo do Prevenir é revisado e aprovado pelos médicos da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica, a SBPC/ML.
Você pode confiar!

Os casos de sarampo no Brasil estão aumentando cada vez mais. Só neste ano foram registrados mais de 100 casos. A doença. altamente contagiosa, é causada pelo vírus Measles morbillivirus e transmitida através da tosse, do espirro, durante a fala ou a respiração. Os sinais e sintomas iniciais geralmente incluem febre, muitas vezes superior a 40 ºC, tosse, corrimento nasal e olhos inflamados. O período de incubação do vírus varia de oito a doze dias desde a exposição e o início dos sintomas. As manchas vermelhas características do sarampo surgem entre o terceiro e o sétimo dia, com início atrás das orelhas e distribuição para todo o corpo. A melhor (e única) forma de prevenção é a vacinação! #ImportantePrevenir#SBPCML #sarampo

A hepatite C costuma ser silenciosa e, no seu estágio mais avançado, pode levar o paciente a um quadro de cirrose hepática, câncer e até a morte. Hoje, estima-se que 6 milhões de brasileiros estão infectados com os tipos B ou C e não sabem.
A boa notícia é que a doença tem cura, e nos últimos anos houve uma revolução no tratamento com anti-virais, onde a taxa de resposta positiva é muito alta, chegando a 100%, principalmente nos estágios iniciais.
#respost #importanteprevenir🎗 #hepatiteC

Segundo o Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, estima-se que 866 mil pessoas vivem com HIV/Aids no país. Cerca de 25% delas não sabem que portam o vírus ou nunca fizeram o teste. O diagnóstico da infecção pelo HIV é feito a partir da coleta de sangue ou por fluído oral. HIV e AIDS não são a mesma coisa! Entenda a diferença e procure o seu médico! #ImportantePrevenir #LabTests #SBPCML

A tuberculose está entre as 10 principais causas de morte no planeta e segue como um grave problema de saúde pública em todos os países, principalmente no Brasil onde foram registrados 69.569 casos novos em 2017 e 4.426 óbitos por tuberculose em 2016. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é a doença infecciosa de agente único que mais mata, superando o HIV.
Frente a um quadro clínico suspeito, o diagnóstico deve ser realizado através de exames laboratoriais como a baciloscopia, cultura e testes moleculares (PCR).
Na dúvida, evite a automedicação e procure um especialista.
#importanteprevenir

 

Você sabia que o azeite de oliva é uma fonte de gordura importante para o corpo? Ele é rico em ômega-9, um ácido graxo monoinsaturado, que diminui o colesterol LDL (prejuduicial à saúde) e aumenta o colesterol HDL (conhecido como colesterol bom). O azeite pode ser consumido no preparo de saladas, massas, carnes ou até mesmo puro. #repost #importanteprevenir #Labtests

A lactose é classificada como uma espécie de açúcar do leite. A intolerância à lactose se caracteriza pela dificuldade do corpo em produzir a lactase, uma enzima responsável pela digestão desse componente. Os sintomas deste problema são intestinais como: diarreias, vômitos, cólicas, gases que podem ocorrer minutos ou horas após a ingestão do leite ou derivados. O exame é solicitado após a avaliação médica e consiste na coleta de sangue para verificar os índices glicêmicos.
Já a alergia ao leite (APLV) é uma reação do sistema imunológico às proteínas do leite. Os sintomas são digestivos, cutâneos (na pele) e até mesmo respiratórios. Podem aparecer minutos, horas ou dias após a ingestão do leite e derivados. O diagnóstico inicialmente é clínico, mas após a avaliação médica é necessário realizar exames de sangue e o teste cutâneo de hipersensibilidade imediata. #REPOST#ImportantePrevenir #LabTests#lactose #APLV

Segundo dados do @minsaude , o câncer de próstata é o segundo mais frequente entre homens. As estimativas apontam 68.220 novos casos em 2018. Idade, histórico de câncer na família e sobrepeso, são considerados fatores de risco para o desenvolvimento da doença, que pode ser identificada com a combinação de dois exames: dosagem de PSA (exame de sangue) e toque retal.
No entanto, para a confirmação do diagnóstico é necessária realização da biópsia e outros exames de imagem, como tomografia computadorizada, ressonância magnética e cintilografia óssea.
A Sociedade Brasileira de Urologia mantém a recomendação de que homens a partir de 50 anos devem procurar um profissional especializado, para avaliação individualizada e aqueles de etnia negra ou com parentes de primeiro grau com câncer de próstata devem começar aos 45 anos.

A anemia ferropriva (causada pela deficiência do ferro) provoca uma diminuição na produção de hemoglobina, a substância responsável pelo transporte de oxigênio, pelas hemácias. O sintoma mais comum é cansaço geral e falta de energia. É importante consultar um médico para fazer as avaliações necessárias. O diagnóstico laboratorial da anemia geralmente pode ser feito a partir de hemogramas de rotina. Faça seus exames e previna-se!#ImportantePrevenir #LabTests#SBPCML

Para combater as fake news sobre saúde, o Ministério da Saúde criou um WhatsApp para se comunicar com a população. Basta mandar mensagem para (61) 99289-4640 e profissionais de saúde vão verificar se o texto ou imagem que circula nas redes sociais é verdadeiro ou não. Cuidado com as notícias falsas, nem tudo que circula nas redes é verdade! #ImportantePrevenir #LabTestes #SBPCML

 

Você sabia que existe um site de monitoramento sobre a circulação do vírus influenza? A OMS (Organização Mundial da Saúde) prevê que o mundo enfrentará outra pandemia de influenza. Entretanto não se sabe ainda, quando ela chegará e nem sobre sua gravidade. A vacina contra a gripe já está disponível nos postos de saúde e nas clínicas particulares, é importante se vacinar anualmente. Previna-se! #ImportantePrevenir #LabTests #SBPCML

A Shift Consultoria e Sistemas, com apoio da SBPC/ML, realizou uma pesquisa com 81 laboratórios clínicos brasileiros onde foi constatado que somente 5,4% dos resultados de exames não são acessados e dentro desses 17,9% têm resultados anormais. Sempre verifique os resultados dos seus exames!

Aumentar o consumo de frutas e verduras é importante pois esses alimentos são ricos em nutrientes e fornecem fibras, vitaminas e minerais para o metabolismo. É recomendado comer no mínimo três frutas diferentes por dia. #ImportantePrevenir #LabTests #SBPCML

A febre amarela é uma doença infecciosa causada por um vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. De acordo com o ministério da saúde, atualmente, a febre amarela silvestre (FA) é uma doença endêmica no Brasil (região amazônica), entretanto o vírus pode se dispersar para além dos limites da área endêmica e atingir regiões centrais, principalmente no período de maior incidência que ocorre entre dezembro e maio. O diagnóstico depende da realização de exames de sangue tradicionais e para evitar epidemias é indispensável tomar a vacina que pode ser encontrada gratuitamente no SUS (Sistema Único de Saúde). #ImportantePrevenir #LABTestes #SBPCML

Você sabe a diferença entre hipotiroidismo e hipertireoidismo? A primeira se caracteriza pela carência de hormônios da tireóide, enquanto a segunda é o excesso de hormônios da tireoide. O exame mais usado para detectar disfunção da tiróide é o TSH. Caso os resultados apresentem alguma anormalidade é solicitado o exame T4 total e livre para confirmar o diagnóstico. #ImportantePrevenir #LabTests #SBPCML